(perfil

Nesta página você poderá ler crônicas e artigos do escritor, economista e jornalista Armando Avena. Nascido em Salvador, em 04 de julho de 1954, Armando Avena é escritor, jornalista e economista. Membro da Academia de Letras da Bahia, ONDE OCUPA A CADEIRA DE NÚMERO 38, é autor dos livros O Afilhado de Gabo, romance, A Última Tentação de Marx ensaios e crônicas, A Menina Que Perdeu o Nariz, livro infantil, e O Evangelho Segundo Maria , romance, todos editados pela Relume - Dumará Editores, do Rio de Janeiro. Em 2006, publicou mais um livro infantil, Fabrício e as Estrelas, pela editora Casa de Palavras da Fundação Casa de Jorge amado. Possui ainda dois livros inéditos que estão em processo de publicação. Um livro de contos, intitulado Os 7 Vocábulos, e um romance, Recôncavos, que se passa na cidade histórica de Cachoeira, na Bahia, e trata, entre outras coisas, da história da Irmandade da Boa Morte, instituição que há mais de 200 anos congrega mulheres negras que, desde a época dos escravos, cultuam e guardam a cultura e a história dos afros-descendentes em terras brasileiras.

Armando Avena é professor da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFBA e professor da Faculdade de Ciências Econômicas da UCSAL. Como jornalista, assinou durante 20 anos, no Jornal À Tarde, a coluna Momento Econômico, atualmente publicada no Correio da Bahia. É colaborador eventual da Gazeta Mercantil, e do Jornal A Tarde. Publicou, em 1986, pela Universidade Católica de Salvador o livro Nordeste: Os Caminhos do Desenvolvimento, coletânea de crônicas publicadas no Jornal À Tarde.

Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal da Bahia, em 1977, tornou-se, posteriormente, mestre em Planejamento Global e Política Econômica pela CEPAL-Comissão Econômica para a América Latina, Santiago/Chile, e especialista em contas nacionais pelo Cemla – Centro de Estudos Monetários Latioamericanos/ México. Em 1975, ingressou na Secretária do Planejamento do Estado da Bahia como estagiário. Desde então, foi Diretor do CENPES - Centro de Projetos e Estudos da SEPLANTEC e Diretor Presidente da FUNDAÇÃO CPE- Comissão de Planejamento Econômico, no governo Waldir Pires. Foi Secretário do Planejamento do Estado da Bahia no período 2002/2006, no governo Paulo Souto, quando exerceu durante quatro anos a Presidência do Fórum Nacional de Secretários do Planejamento. Responsável pela criação do Conselho Nacional de Secretários de Planejamento foi seu primeiro presciente. Foi também Presidente do Conselho Regional de Economia /Secção Ba e exerceu durante quatro anos a Presidência do Fórum Nacional de Secretários do Planejamento. Responsável pela criação do Conselho Nacional de Secretários de Planejamento foi seu primeiro presciente.

design e desenvolvimento